É falso que embaixadores não aplaudiram Bolsonaro após discurso desinformativo sobre eleição

Por Priscila Pacheco

19 de julho de 2022, 16h20

É falso que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não recebeu aplausos de embaixadores e representantes diplomáticos de países estrangeiros após encontro em que repetiu informações falsas sobre o processo eleitoral brasileiro, conforme é dito nas redes sociais (veja aqui). Registros da imprensa mostram o gesto dos representantes internacionais ao fim do evento realizado nesta segunda (18), no Palácio da Alvorada.

As postagens enganosas contam com 13.167 interações no TikTok, 4.224 retuítes e centenas de compartilhamentos no Facebook nesta terça-feira (19).


Selo falso

Momento em que Bolsonaro encerra o vexame das mentiras com os embaixadores esperando aplausos e não é aplaudido.

Postagens enganam ao dizer que Bolsonaro não foi aplaudido por embaixadores

Postagens nas redes sociais enganam ao afirmar que o presidente Jair Bolsonaro não foi aplaudido após o discurso que fez a diplomatas estrangeiros nesta segunda (18), com informações falsas sobre o processo eleitoral brasileiro. Registros de veículos de comunicação mostram que houve aplausos após o discurso, marcado por desinformações sobre a segurança do sistema eletrônico de votação. Na transmissão ao vivo pelo canal do presidente no YouTube também foi possível ouvir palmas.

Confira o vídeo:

O canal público TV Brasil cortou o áudio da transmissão logo após Bolsonaro finalizar as declarações e dizer obrigado aos participantes, o que pode ter sido a fonte inicial da desinformação.

Leia mais
Checamos Veja a transcrição e as checagens do discurso de Bolsonaro a embaixadores
Checamos Bolsonaro usa encontro com embaixadores para repetir informações falsas sobre eleição

Durante o discurso, Bolsonaro atacou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), insistiu que as urnas eletrônicas não são seguras e repetiu histórias falsas sobre fraude eleitoral. Embaixadores presentes disseram ao Globo, em condição de anonimato, que as declarações de Bolsonaro não convenceram por falta de provas contra o sistema eleitoral e que a democracia brasileira pode estar ameaçada.

Referências:

1. Metrópoles
2. Poder360 (Fontes 1 e 2)
3. Aos Fatos
4. Twitter Sam Pancher
5. O Globo


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.