🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

É montagem vídeo que mostra míssil caindo no porto de Beirute

Por Luiz Fernando Menezes

6 de agosto de 2020, 13h06

Foi inserido digitalmente o míssil que aparece em um vídeo gravado momentos antes da explosão no porto de Beirute, no Líbano (veja aqui). O projétil não consta na gravação original. Uma análise das imagens evidencia a montagem: o suposto foguete está em apenas dois frames e não completa a trajetória até o local da explosão.

O vídeo manipulado começou a circular nas redes sociais em árabe e em inglês nesta quarta-feira (5) e, nesta quinta (6), versões em português reuniam ao menos mil compartilhamentos em postagens no Facebook. O conteúdo foi marcado com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


FALSO

URGENTE! Confira o vídeo que flagrou o míssil atingindo o porto de Beirute

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra um objeto semelhante a um míssil caindo em alta velocidade no porto de Beirute antes da explosão ocorrida na última terça-feira (4). Com ele, há a alegação de que o desastre no Líbano foi provocado por um ataque. As imagens, no entanto, foram editadas: nas dezenas de publicações do mesmo vídeo no YouTube e na imprensa, o projétil não aparece.

Outro indício de que se trata de uma montagem é que o míssil não aparece em todos os frames. Como pode ser verificado ao assistir ao vídeo em câmera lenta, o projétil aparece em apenas dois frames, no topo da tela, mas não completa a trajetória até o local da explosão.

A principal hipótese das autoridades libanesas é a de que a explosão foi causada por 2.750 toneladas de nitrato de amônia armazenados de forma irregular. Até a manhã desta quinta-feira (6), já haviam sido contabilizadas 137 mortes pelo desastre.

A peça de desinformação circulou primeiro em árabe, já tendo sido desmentida pelos checadores do Fatabyyano e pela AFP.

Referências:

1. Mirror
2. Watch Frame by Frame
3. CNN
4. The Guardian

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.