É montagem foto em que Lula e Haddad seguram bandeira com frase 'Lázaro é inocente'

Compartilhe

Não é verdadeira, mas uma montagem, a foto que circula nas redes sociais (veja aqui) em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-candidato à Presidência Fernando Haddad (PT) seguram uma bandeira com a frase "Lázaro é inocente", em alusão ao foragido da polícia e suspeito de cometer uma chacina no Distrito Federal. A imagem original foi tirada em novembro de 2019 e traz os dizeres "Lula é inocente".

A foto adulterada reunia centenas de compartilhamentos nesta segunda-feira (21) no Facebook e foi marcada com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


É uma montagem a foto em que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Haddad (PT) seguram uma bandeira com os dizeres “Lázaro é inocente” e o desenho do rosto do foragido da polícia e suspeito de uma chacina no Distrito Federal. A imagem original foi registrada em 8 de novembro de 2019, quando o ex-presidente deixou a prisão, e a bandeira na realidade estampava a frase "Lula é inocente" e o rosto do petista.

A foto verdadeira foi feita por Ricardo Stuckert e está disponível na conta oficial de Lula no Facebook. Além de Haddad, aparece ao lado do ex-presidente sua noiva Rosângela da Silva, conhecida como Janja.

Também é possível encontrar na internet um vídeo do site Poder 360 que mostra, a partir de 58 segundos, o momento no qual Lula recebe a bandeira e posa para a foto com o grupo.

Buscas reversas no Google, Yandex e Tineye, usando a imagem que cita o nome de Lázaro, dão como resultados imagens com diferentes ângulos do registro original, caso de uma publicação da Veja.

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas