🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

É falso tweet em que Sergio Moro elogia Rodrigo Maia

Por Ana Rita Cunha

27 de abril de 2020, 18h16

Publicações que circulam nas redes sociais (veja aqui) veiculam a imagem de um tweet falsamente atribuído a Sergio Moro com elogios ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para sugerir que há uma proximidade entre os dois. Há três indícios principais que demonstram que o post não foi publicado por Moro: 1) a conta oficial dele é @SF_Moro, não @SF_Mouro 2) a imagem não traz o selo de perfil verificado que consta na conta oficial do ex-ministro; 3) o print indica que o tweet partiu de celular com sistema operacional Android, quando todos os posts de Moro no Twitter vêm de iPhone ou de um navegador de internet (Twitter Web App).

No Facebook, publicações enganosas reuniam ao menos 1.000 compartilhamentos nesta segunda-feira (27) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Apagou o Twitter mas o print é eterno. O cara saiu defendendo o PT e o Rodrigo Maia o Botafogo da lista da Odebrecht.

Não é verdade que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro publicou um tweet no qual diz admirar o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), o elogia por "muito trabalho e pouca mitagem" e afirma que o povo brasileiro não o merece. O tweet supostamente apagado por Moro não foi publicado em sua conta oficial.

O principal indicador de que não trata-se de uma publicação feita por Moro é que a conta no Twitter do ex-ministro é @SF_Moro e não @SF_Mouro como consta na peça de desinformação. No Twitter, existe um perfil @SF_mouro, com "m" em caixa baixa, criado em abril de 2020, que usa como foto de perfil uma montagem de Sergio Moro e não tinha nenhuma postagem publicada na tarde desta segunda-feira (27). O verdadeiro perfil de Sergio Moro foi criado em abril de 2019.

Outro indício de desinformação é que no print compartilhado nas redes sociais não consta o selo de perfil verificado que aparece na conta oficial de Sergio Moro no Twitter. O selo de verificação é uma marca de autenticidade aplicada pelo Twitter para contas de interesse público.

A terceira indicação de que trata-se de uma desinformação é que na parte inferior da imagem consta que o tweet foi publicado a partir de um celular com sistema operacional Android. Ao analisar o histórico de publicações de Sergio Moro é possível ver que ele posta apenas de celular Iphone ou por um navegador de internet (Twitter web app) no celular.

Não consta nenhum tweet de Moro sobre Maia no dia 24 de abril na base de dados do 7c0, projeto que registra a atividade de agentes políticos em redes sociais para evitar que conteúdos deletados sejam perdidos. O projeto armazena os tweets a cada 1 minuto e a única chance de uma publicação de Moro não estar na base de dados é se ele a tiver postado e apagado em menos de 60 segundos.

No dia 24 de abril, Moro publicou duas vezes no Twitter. Na primeira, às 14h10, o ex-ministro negou ter condicionado a troca do diretor-geral da Polícia Federal à sua nomeação para o STF (Supremo Tribunal Federal). Na segunda, às 14h35, comentou que Maurício Valeixo "estava cansado de ser assediado desde agosto do ano passado" para sair do posto de comando.

Desde que Moro decidiu, última sexta-feira (24), deixar o cargo de ministro do governo Bolsonaro, passaram a ser difundidas peças de desinformação que sugerem uma proximidade do ministro com desafetos políticos do presidente, como é o caso de Maia. Nesta segunda-feira (27), o Aos Fatos checou, por exemplo, que fotos antigas que mostram Moro e o deputado juntos têm circulado como se fossem recentes.

Colaborou Luiz Fernando Menezes

Referências:

1. Twitter

2. Projeto 7c0

3. Twitter Sergio Moro 1 e 2

4. Aos Fatos

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.