É falso tweet em que Boulos defende abrigar moradores de rua na casa de quem tem quartos vagos

Por Luiz Fernando Menezes

19 de novembro de 2020, 13h13


Foi publicado por uma conta falsa o tweet atribuído ao candidato a prefeito de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) que defende um modelo de “lockdown diferente” para abrigar moradores em situação de rua nas casas de pessoas com quartos vagos. O perfil @boulos50, que fez a publicação, não possui selo de verificação nem grafa corretamente o nome do candidato. O perfil oficial dele é @GuilhermeBoulos.

No Facebook, publicações que veicularam o tweet falso como se fosse uma postagem do candidato reuniam ao menos 10 mil compartilhamentos nesta quinta-feira (19) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Circula nas redes sociais uma publicação atribuída a Guilherme Boulos (PSOL), candidato à Prefeitura de São Paulo, na qual ele defende que moradores em situação de rua sejam abrigados em quartos vagos de residências privadas. A publicação, no entanto, foi feita por uma conta falsa.

O perfil oficial do psolista é @GuilhermeBoulos, e não @boulos50, como aparece no tweet. Além disso, é importante ressaltar que o candidato possui um selo de verificação na rede social, que aparece ao lado do nome como um pequeno sinal de V azul, e que a conta apócrifa também escreveu “Bolos” em vez de “Boulos”, sobrenome do candidato.

Por fim, a conta @boulos50 foi suspensa pela rede social e seus tweets não podiam mais ser acessados na manhã desta quinta (19).

Em busca no Twitter oficial de Boulos, é possível ver que o candidato nunca publicou nenhum tweet com a palavra “lookdow”. Na verdade, ele só fez uma postagem com a grafia correta, “lockdown”, no dia 1º de novembro, quando criticava as gestões do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e do atual prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), perante a pandemia:

Referências:

1. Twitter (@GuilhermeBoulos 1, 2 e 3)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.