🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

É falso que vídeo mostra que decretos assinados por Biden eram papéis em branco

Por Luiz Fernando Menezes

29 de janeiro de 2021, 14h59

Não é verdade que um vídeo tenha revelado que decretos assinados pelo presidente dos EUA, Joe Biden, eram papéis em branco, como alegam postagens nas redes sociais (veja aqui). As imagens que circulam enganam por estarem em baixa qualidade. Registros mais nítidos não deixam dúvidas sobre o conteúdo dos documentos firmados pelo mandatário no primeiro dia no cargo.

A peça de desinformação, que circulou antes em língua inglesa, passou a ser compartilhada em português nesta semana. No Facebook, a peça de desinformação reunia centenas de compartilhamentos até a tarde desta sexta-feira (29). Todas as publicações foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


É falsa a alegação que circula nas redes sociais de que Joe Biden assinou papéis em branco como se fossem decretos no seu primeiro dia como presidente dos EUA. O vídeo exibido pelas postagens engana por estar em baixa qualidade.

Em outros registros, como o das agências de notícias AFP e Ruptly , é possível ver que os papéis assinados por Biden continham, sim, texto. As letras do documento ficam ainda mais visíveis se o contraste das imagens for ampliado (veja abaixo).

O vídeo foi gravado no dia 20 de janeiro, logo após Biden tomar posse. Naquela ocasião, o democrata assinou oito decretos presidenciais, entre eles o que obriga o uso de máscaras de proteção em âmbito federal e o que revoga decretos de gestões passadas referentes à regulação federal. Todos podem ser acessados, na íntegra, no site da Casa Branca.

A AFP produziu checagens sobre o assunto em inglês e em português.

Referências:

1. AFP
2. Ruptly
3. White House (Fontes 1, 2 e 3)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.