É falso que vídeo mostra furto de celular em evento com Lula

Por Priscila Pacheco

19 de setembro de 2022, 19h24

Não é verdade que uma mulher teve o celular roubado ao tentar tirar uma foto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Montes Claros (MG), na quinta-feira (15), como dizem postagens nas redes sociais (veja aqui). A pessoa que aparece no vídeo é um homem, o servidor público Diego Paraíso, que explicou ao Aos Fatos que um membro da equipe de Lula pegou o celular para ajudá-lo a registrar uma fotografia com o candidato e, depois, devolveu-o. A assessoria de Lula também nega que houve roubo.

A postagem enganosa conta com ao menos 24 mil retweets no Twitter, 150 mil curtidas no Instagram e 16 mil compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (19).


Selo falso

Legenda de vídeo engana ao afirmar que mulher teve o celular roubado na frente de Lula

Um vídeo circula nas redes sociais com a afirmação enganosa de que uma mulher teve o celular roubado na frente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na quinta-feira (15), em Montes Claros (MG). No vídeo, o servidor público Diego Paraíso, que leva uma criança nos ombros, tem o celular retirado por uma outra pessoa, mas ele nega que tenha sido roubado, pois o aparelho foi devolvido posteriormente.

Por telefone, o servidor público explicou para o Aos Fatos que estava com dificuldades para tirar uma foto com Lula, devido à multidão ao redor deles. Então, uma pessoa tira o celular dele. Em um primeiro momento, ele se assusta — momento que é registrado pelas câmeras — mas depois observa que quem pegou o aparelho é um homem que faz parte da equipe do ex-presidente. Devido à confusão, a pessoa se afasta, com o celular de Paraíso nas mãos. Posteriormente, Paraíso conseguiu contatar o homem, que devolveu o aparelho. Ele não foi identificado por Aos Fatos.

No vídeo postado no perfil oficial de Lula no Instagram na noite do evento, é possível ver que uma pessoa ajudava os apoiadores do ex-presidente com as fotos. A partir de 4 minutos e 4 segundos, por exemplo, Lula pega o celular de uma mulher e o entrega para uma pessoa ao seu lado. Após posar para a fotografia, a mulher recebe o telefone de volta. A cena em que aparece Paraíso e que está sendo disseminada com a alegação falsa nas redes sociais aparece a partir de 4 minutos e 25 segundos.

No dia 16, Paraíso publicou nas suas redes sociais um vídeo em que desmente ter sido furtado. A assessoria de imprensa de Lula também negou, por meio de nota, o suposto furto.

Lula participou de um comício em Montes Claros (MG) no dia 15, ao lado de Alexandre Kalil (PSD), seu aliado e candidato ao governo de Minas Gerais. O Aos Fatos não encontrou reportagens sobre furtos durante o evento.

Referências:

1. CNN Brasil
2. Instagram Lula
3. Instagram Diego Paraíso
4. Poder360
5. O Tempo


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.