É falso que PF descobriu que governo Lula deixou rombo de R$ 1 trilhão no BNDES

Compartilhe

Não é verdade que a PF (Polícia Federal) descobriu que “quase R$ 1 trilhão” foi desviado do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como alegam posts nas redes sociais (veja aqui). Não há nenhuma informação semelhante no site oficial da PF ou na imprensa e o banco nega que haja rombo em suas contas.

A peça de desinformação circulou inicialmente em abril de 2019, mas voltou a viralizar na última semana. No Facebook, publicações semelhantes reuniram ao menos 6 mil compartilhamentos entre a última terça-feira (2) e a tarde desta quarta-feira (3). Todas foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (saiba como funciona).


É falso que a Polícia Federal teria descoberto um rombo de quase R$ 1 trilhão no BNDES deixado pelo ex-presidente Lula. Em nota ao Aos Fatos, a polícia informou que todas as ações e operações são divulgadas no site oficial. Não há nenhuma informação semelhante à essa na página da corporação.

O BNDES também negou ao Aos Fatos que haveria um rombo em suas contas e ressaltou que registrou lucro de R$ 8,73 bilhões no terceiro trimestre de 2020 e mantinha R$ 134,5 bilhões em tesouraria. Os valores podem ser conferidos no site oficial da instituição.

Aos Fatos procurou ainda por notícias relacionadas à essa alegação, sem sucesso. Um valor aproximado (R$1,3 trilhão) aparece em notícias sobre uma auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) que analisou operações de apoio do banco entre 2009 e 2016 que totalizavam esse montante. A auditoria, no entanto, não cita em nenhum momento que o valor “sumiu” ou foi desviado pelo ex-presidente.

A publicação utiliza como fonte da informação um texto publicado pelo site Jornal do País (atualmente fora do ar) que afirmava que a PF teria dito que Lula seria o ex-presidente mais rico da história brasileira. Em 2019, quando a informação viralizou pela primeira vez, a polícia negou a declaração: “A PF se manifesta através de relatório de inquérito, que é encaminhado à Justiça no final de cada investigação”.

Conforme explicado em checagem anterior, o patrimônio de Lula, em 2018, estava orçado em R$ 12,3 milhões, valor que engloba a soma de imóveis, veículos, aplicações financeiras e outros bens acumulados por ele e a ex-mulher Marisa Letícia em 43 anos de casamento.

Referências

  1. BNDES
  2. UOL
  3. Aos Fatos

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores