É falso que novo ministro da Educação publicou tweet com erros ortográficos

Por Luiz Fernando Menezes

13 de julho de 2020, 12h40


Não foi publicado pelo novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, um tweet com erros ortográficos que tem sido reproduzido em publicações nas redes sociais (veja aqui). A mensagem foi postada pelo perfil @ProfM_Ribeiro, e a conta oficial do titular da pasta é @mribeiroMEC.

No Facebook, publicações que veicularam o tweet falso reuniam ao menos 6.000 compartilhamentos nesta segunda-feira (13) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Circula nas redes sociais a reprodução de um tweet com erros ortográficos supostamente publicado pelo novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, nomeado pelo presidente Bolsonaro na última sexta-feira (10). A publicação, porém, não foi feita pelo perfil do titular da pasta.

O tweet com erros de português foi publicado pela conta @ProfM_Ribeiro, enquanto o perfil oficial do ministro é @mribeiroMEC. Na bio da @ProfM_Ribeiro, hoje há a indicação de se tratar de uma “Página de apoio ao Ministro Educação” e o tweet com erros foi apagado.

Milton Ribeiro é graduado em teologia e direito, doutor em educação pela USP (Universidade de São Paulo) e foi vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Antes da nomeação, ele já fazia parte do governo como integrante da Comissão de Ética Pública, órgão vinculado à Presidência da República.

Ribeiro é o segundo a ser nomeado ao cargo desde a exoneração de Abraham Weintraub, em meados de junho. Antes dele, o governo tinha escolhido o economista Carlos Alberto Decotelli, que pediu demissão do cargo antes mesmo de assumir após terem sido reveladas inconsistências em seu currículo acadêmico.

Referências:

1. DOU
2. Twitter (@mribeiroMEC)
3. Lattes
4. UOL
5. O Globo