🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

É falso que Mattel lançou boneca Barbie Aborto

Por Priscila Pacheco

25 de fevereiro de 2021, 18h01

Não é verdade que foi lançada uma Barbie para incentivar meninas a abortarem, conforme afirmam postagens que circulam nas redes sociais com a imagem da boneca grávida acompanhada de um bebê e uma tesoura (veja aqui). Segundo a Mattel, fabricante do brinquedo, o produto é falso e nunca fez parte do portfólio da empresa.

A foto mostra uma obra de um artista americano chamado Sabo. Entre 2013 e 2014, ele criou as bonecas para satirizar Wendy Davis, advogada e política dos EUA apelidada de Barbie Aborto por sua aparência e defesa da interrupção da gravidez. Posters e bonecas são vendidos no site do artista sem menção à Mattel, mas com referência a Davis.

A peça de desinformação reunia ao menos 2.980 compartilhamentos no Facebook nesta quinta-feira (25) e foi marcada com o selo FALSO na ferramenta de verificação da plataforma (saiba como funciona).


Lançamento da Barbie aborto!! No novo normal, meninas serão incentivadas a matar bebês!! Percebem o tamanho do abismo??

Postagens que circulam nas redes sociais enganam ao afirmar que foi lançada uma Barbie que incentiva meninas a abortarem. Em nota ao Aos Fatos, a assessoria de imprensa da Mattel, proprietária da marca e fabricante da boneca, esclareceu que o produto apresentado nas ilustrações não faz parte do portfólio da empresa.

As bonecas nas fotos que ilustram as postagens são, na verdade, uma criação de Sabo, um artista americano que fez as réplicas entre 2013 e 2014 para satirizar Wendy Davis, advogada e senadora democrata do estado do Texas entre 2009 e 2015. Ela, que também foi candidata ao governo texano em 2014, foi apelidada de Barbie Aborto por sua aparência e pelo ativismo em defesa da interrupção da gravidez.

Em 2013, quando o apelido surgiu, a Mattel também se manifestou. “A chamada boneca Wendy Davis não é produzida ou aprovada pela Mattel”, disse à revista Time.

Atualmente posters e réplicas da boneca continuam sendo vendidos no site do artista com a citação da palavra aborto e dos nomes Barbie e Wendy Davis, mas sem referência à Mattel. A imagem que tem circulado no Brasil corta o nome da política, mas é possível observar as letras dav, de Davis, abaixo de Barbie como na imagem original que indica o nome completo.

A desinformação tem circulado por diferentes países e já foi checada por Maldita, África Check, Snopes, AFP Factual, Reuters, Polígrafo, La Republica e Facta News. No Brasil, foi checada pelo E-Farsas.

Referências:

1. Unsavoryagents (Fontes 1, 2 e 3)
2. Wendy Davis For Senate
3. Revista Time
4. Maldita
5. África Check
6. Snopes
7. AFP Factual
8. Reuters
9. Polígrafo
10. La Republica
11. Facta News
12. E-Farsas

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.