É falso que Lula disse estar feliz pela volta do Talibã por ser uma derrota para os EUA

Por Priscila Pacheco

27 de agosto de 2021, 16h54

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não disse que, apesar de lamentar pelas mulheres, estava feliz com o retorno do Talibã ao poder no Afeganistão por significar uma derrota dos EUA, como alegam nas redes (veja aqui). Não há registros de que ele tenha feito comentário similar a esse e a assessoria do petista desmentiu a autoria da declaração.

A peça de desinformação reúne ao menos 5.775 compartilhamentos no Facebook e foi sinalizada como FALSO na ferramenta de verificação da plataforma (Saiba como funciona).


“Lamento que as mulheres estejam sofrendo com o Talibã, mas eu estou feliz porque o Talibã representa uma derrota dos EUA”

É falso que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse: “lamento que as mulheres estejam sofrendo com o Talibã, mas eu estou feliz porque o Talibã representa uma derrota dos EUA”, como sustentam as postagens checadas. Aos Fatos não localizou registros de declarações idênticas ou similares a essa que tenham sido proferidas pelo petista desde que o grupo fundamentalista retomou o poder no Afeganistão, em 17 de agosto. Além disso, a assessoria de imprensa do político desmentiu a autoria.

Nas redes sociais, na imprensa e em sites de buscas, a única citação de Lula ao Talibã foi feita no dia 24, e de forma irônica: “É lamentável que o Brasil tenha se tornado um pária internacional. Ninguém convida o Bolsonaro para visitar nenhum país. E nenhum chefe de Estado quer visitar o Brasil. Ninguém quer aparecer do lado dele… Se bem que agora é capaz que o Talibã convide o Bolsonaro…”

No último dia 17, Lula esteve em Teresina (PI) e, nas gravações das atividades que ele participou, Aos Fatos não encontrou qualquer menção aos eventos no Afeganistão. Na visita, Lula foi à inauguração de uma escola, a um ato em defesa da educação, deu uma entrevista coletiva e participou de uma live. A afirmação das postagens também não consta em uma entrevista publicada pelo jornal piauiense O Dia.

A alegação enganosa também foi checada pela Agência Lupa e Boatos.org.

Referências:

1. Twitter Lula
2. Facebook Lula
3. YouTube Lula
4. YouTube PT (Fontes 1 e 2)
5. O Dia
6. Poder 360
7. G1

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.