É falso que Globo repassa à Unesco só 10% do que arrecada com Criança Esperança

Por Marco Faustino

19 de agosto de 2021, 16h58

Não é verdade que a TV Globo repassa à Unesco (Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura) apenas 10% do que arrecada com o Criança Esperança, como sustentam nas redes (veja aqui). As doações são depositadas diretamente na conta da instituição, sem intermediação da emissora. A alegação distorce informações de um documento vazado pelo WikiLeaks que fala de uma taxa de serviço de 10% cobrada pelo escritório da Unesco no Brasil sobre o total arrecadado com o programa.

Os pedidos de checagem deste conteúdo foram enviados por leitores ao Aos Fatos pelo WhatsApp (Fale com a Fátima). Devido à natureza da plataforma, não é possível estimar o alcance do conteúdo. No Facebook, as postagens reuniam 5.825 compartilhamentos nesta quinta-feira (19) e receberam selo FALSO na ferramenta de verificação da plataforma (saiba como funciona).


Documento da WikiLeaks revela que a Rede Globo repassou à Unesco apenas 10% do que arrecadou com o Criança Esperança

Postagens nas redes sociais enganam ao dizer que a TV Globo repassou apenas 10% do arrecadado no programa Criança Esperança à Unesco (Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura). Em uma nota divulgada em 2011, a instituição afirmou que as doações são depositadas diretamente em uma conta sua, sem intermediação da emissora.

Esta alegação enganosa distorce informação de um dos telegramas do serviço diplomático dos EUA vazados pelo WikiLeaks no Cablegate. O documento, de 15 de setembro de 2006, relata um encontro do embaixador americano com o chefe do escritório da Unesco no Brasil em que teriam sido abordadas denúncias de irregularidades na representação em Brasília que estariam sob investigação na diretoria-geral do órgão das Nações Unidas.

Entre as acusações relatadas pelos diplomatas americanos no documento, estava uma suspeita sobre a gestão dos recursos obtidos com o Criança Esperança pelo escritório regional da Unesco, que cobraria uma taxa de serviço de 10%. Na nota de 2011, a entidade afirmou que as doações são destinadas exclusivamente a projetos sociais no país.

A TV Globo é citada no telegrama diplomático apenas como a emissora que transmite o Criança Esperança. Não há qualquer menção a um envolvimento dela na suspeita ou que a Unesco tenha recebido apenas 10% dos recursos arrecadados no programa.


E usa crianças para te pedir dinheiro e aumentar as isenções de imposto de renda

Também não é verdade que as doações ao Criança Esperança podem ser abatidas no Imposto de Renda. Em nota publicada em 2011, a Unesco explicou que a legislação brasileira não permite a dedução de contribuições feitas a organizações internacionais.

“Por se tratar de uma agência das Nações Unidas, doações para a Unesco não são dedutíveis no Imposto de Renda, que veta supressão de contribuições feitas a organismos internacionais. A TV Globo, assim como a Unesco, não se beneficia de qualquer recurso de abatimento fiscal em função do Criança Esperança”, disse.

Esta peça de desinformação também foi checada pelo Boatos.org, Estadão Verifica e Lupa.

Referências:

1. TV Globo
2. Agência Pública
3. WikiLeaks

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.