É falso que Globo exibiu foto de caixões tirada em 2013 como se fossem de vítimas da Covid-19

Por Priscila Pacheco

11 de maio de 2020, 15h58


Não é verdade que a Globo veiculou uma foto de 2013 que mostra caixões de vítimas de um naufrágio em Lampedusa, na Itália, como se fosse atual e relacionada à pandemia de Covid-19. A desinformação, já desmentida em abril por Aos Fatos, voltou a circular nas redes sociais este mês (veja aqui), e, novamente, não há registro de que a imagem tenha aparecido em qualquer um dos canais ou sites do grupo de comunicação.

No Facebook, novas publicações com a informação enganosa reuniam ao menos 4.000 compartilhamentos nesta segunda-feira (11) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação disponibilizada pela rede social (saiba como funciona).


FALSO

Tragédia em Lampedusa: naufrágio deixou 130 mortos em 2013 e a Globo mostrou as imagens agora como sendo mortes pelo Covid-19

Publicações que circulam nas redes sociais enganam ao dizer que a Globo veiculou como atual e relacionada à pandemia de Covid-19 uma foto que mostra caixões de vítimas de um naufrágio no mar de Lampedusa, no sul da Itália, em 3 de outubro de 2013. O Aos Fatos, porém, não encontrou registros do uso da imagem recentemente nos canais e nos sites do Grupo Globo. Em abril, quando o Aos Fatos checou a mesma desinformação, a empresa disse que o registro nunca havia sido utilizado dessa maneira na cobertura do novo coronavírus.

Em março, o Fato ou Fake, iniciativa de checagem do Grupo Globo, checou como falsa a informação de que a foto retratava caixões de vítimas da Covid-19 na Itália.

As imagens que têm sido usadas nas postagens atuais são bastante similares às tiradas por Alberto Pizzoli, da agência de notícias AFP, e por Tullio M. Puglia, da Getty Images, em 5 de outubro de 2013. Elas mostram parte dos caixões de 111 das 360 pessoas que morreram no naufrágio ao tentar imigrar para a Itália, a maioria delas oriunda da Eritréia e da Somália.

Buscas reversas no Google e no TinEye não retornaram resultados recentes do uso distorcido das fotos. Tampouco há notícias com a atribuição enganosa das imagens publicadas nos sites G1, O Globo e Globo.com.

Referências:

1. Aos Fatos

2. G1 (Fontes 1 e 2)

3. O Globo

4. Globo.com

5. AFP

6. Getty Images

7. Google

8. TinEye

9. BBC


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.