🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

É falso que foto mostre militares pintando meio-fio da casa de capitão

Por Luiz Fernando Menezes

17 de setembro de 2020, 15h09

Não é verdade que as Forças Armadas disponibilizaram o efetivo para pintar o meio-fio da casa de um capitão. A foto que vem sendo compartilhada nas redes (veja aqui) é um registro de 2013, quando soldados do Exército realizaram um mutirão de limpeza e reforma numa escola em Brasília.

No Facebook, posts com a alegação falsa somavam pouco mais de 3.000 compartilhamentos até o fim da tarde desta quinta-feira (17) e foram marcados com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

Uma foto de militares construindo e pintando um meio-fio vem sendo compartilhada nas redes sociais para sugerir que as Forças Armadas estariam negligenciando o trabalho nas matas e nas fronteiras. Por mais que a imagem mostre soldados do Exército, ela não foi registrada recentemente e não possui relação com trabalhos na casa de algum capitão, como sugere a legenda.

Registrada em janeiro de 2013, a imagem, na verdade, é um frame de uma reportagem da TV Globo. Na ocasião, cerca de 40 soldados realizaram um mutirão de limpeza e pequenas reformas no Centro de Ensino Especial de Deficientes Visuais, em Brasília.

Além da descontextualização, a peça ainda desinforma ao sugerir que os militares não estariam atuando nas fronteiras brasileiras e nas matas. No site do Ministério da Defesa e do Exército é possível ver que eles estão, sim, trabalhando nas regiões apontadas pela peça de desinformação.

Segundo o Exército, atualmente a força possui 13 GUs (Grandes Unidades) em faixas de fronteiras com um efetivo total de cerca de 58 mil militares. Em notas publicadas recentemente também há notícias sobre reconhecimento aéreo de fronteiras e apreensões de drogas. Há, ainda, desde 2016, o PPIF (Programa de Proteção Integrada de Fronteiras), programa que integra ações das Forças Armadas, de segurança pública da União, de inteligência e de controle aduaneiro com as ações dos estados e municípios situados na faixa de fronteira com a Argentina, o Paraguai e a Bolívia.

Já em relação à presença das Forças Armadas nas matas, é importante lembrar que o Exército Brasileiro possui organizações militares localizadas em todos os biomas nacionais, incluindo Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica.

Referências:

1. G1
2. Ministério da Defesa
3. Exército Brasileiro (Fontes 1, 2, 3 e 4)
4. Planalto


Essa checagem foi atualizada às 12h30 do dia 18 de setembro de 2020 para acrescentar a informação sobre o efetivo de militares nas fronteiras brasileiras.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.