É falso que foto mostra que Alckmin sofreu ataque recente com ovos em Jundiaí

Por Priscila Pacheco

22 de dezembro de 2021, 17h04

Não é verdade que o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) foi atacado recentemente por uma chuva de ovos ao visitar Jundiaí (SP), como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). A imagem que tem sido compartilhada para sustentar a desinformação é de 2012 e mostra Alckmin sendo atingido por café, durante ato de campanha em Campinas.

Em 2016, um manifestante jogou um ovo em direção ao político em Jundiaí, mas não o alcançou. Aos Fatos não encontrou registros de que Alckmin tenha sido hostilizado na cidade recentemente, como sugerem as publicações enganosas.

A peça de desinformação acumulam ao menos 39.620 compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (22). O conteúdo também tem sido disseminado no Twitter.


Selo falso

Oficialmente candidato a vice de *LULA*, Alckmin é recebido com CHUVA DE OVOS em Jundiaí *!* Parabéns, povo Jundiaiense *!* Esquerdistas travestidos de direita, nunca mais *!*

Uma foto de 2012 que mostra o então governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sendo atingido por café em Campinas tem sido compartilhada nas redes por publicações que afirmam que ele foi recebido por uma chuva de ovos em Jundiaí. As peças de desinformação sugerem, ainda, que a hostilidade contra ele é decorrente de sua recente aproximação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A imagem, porém, foi registrada pelo fotógrafo João Paulo Teixeira, em 14 de outubro de 2012 e ilustrou uma reportagem do G1 sobre a agressão naquele ano. Na ocasião, Alckmin participava de um ato de campanha do candidato a prefeito de Campinas Jonas Donizette (PSB) quando foi atingido por pó de café jogado por uma mulher. Ela foi levada para a delegacia e foi liberada em seguida.

Ovo. Em 2016, em Jundiaí, um homem jogou um ovo na direção do então governador de São Paulo, mas não conseguiu atingi-lo. Alckmin discursava sobre o início das obras na rodovia Anhanguera. A cena não é semelhante à registrada em Campinas, pois Alckmin usava uma camisa de manga curta e estava em um palco com microfone, não na rua. O caso foi noticiado em diversos veículos de comunicação (veja aqui, aqui, aqui e aqui).

A peça de desinformação que alega que Alckmin foi atacado recentemente começou a circular após um jantar em que ele se encontrou com Lula e outros políticos no último domingo (19). Aos Fatos não encontrou registros de que ele tenha sido alvo de agressões físicas desde então. O ex-governador se desfiliou do PSDB no último dia 15 de dezembro e tem sido cotado como possível vice do petista na disputa à Presidência.

As postagens enganosas também foram checadas pelo UOL Confere e pela agência AFP.

Referências:

1. G1 (Fontes 1 e 2)
2. Folha de S. Paulo
3. Infomoney
4. R7
5. CNN Brasil
6. Nexo Jornal
7. Metrópoles


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.