É falso que Doria deu entrevista a TV chinesa e agora quer impedir divulgação

Por Priscila Pacheco

29 de abril de 2021, 13h09

Trecho de um vídeo institucional sobre a missão comercial paulista enviada à China em 2019 circula em postagens nas redes sociais com a falsa alegação de que seria uma entrevista comprometedora que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deu a uma TV chinesa e agora deseja esconder (veja aqui). O conteúdo está disponível até hoje nos perfis oficiais do político no Twitter, no Facebook e no YouTube.

As postagens com a atribuição enganosa do vídeo reuniam ao menos 75.000 compartilhamentos nesta quinta-feira (29) no Facebook e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da plataforma (veja como funciona).


O governador de São Paulo pede encarecidamente que você não repasse este vídeo porque ficou muito comprometedor para ele. Afinal, ele dava uma entrevista à TV chinesa e teve que falar a verdade sobre o que pensa sobre entregar o Brasil à China. *Assistam mas NÃO compartilhem para não comprometerem o governador João Doria.*

Postagens nas redes sociais enganam ao alegar que o governador de São Paulo, João Doria, concedeu uma entrevista a uma emissora chinesa e agora quer esconder o conteúdo "porque ficou muito comprometedor" para ele. Isso porque, pelo raciocínio das publicações checadas, o vídeo expressaria o pensamento do tucano sobre “entregar o Brasil à China”.

O conteúdo, na realidade, não é uma entrevista, mas trecho de uma apresentação da missão comercial que levou empresários paulistas à China em 2019. O vídeo está disponível hoje nas contas de Doria no Facebook, no Twitter e no seu canal no YouTube.

A gravação mostra o tucano pouco antes de um evento na sede do Bank of China, em Pequim, dizendo que iniciará a “Missão China”. O governador e outros integrantes de sua gestão viajaram com 35 empresários em 2 de agosto de 2019 para reuniões com autoridades, investidores e representantes de empresas em Pequim, Xian e Xangai. Nesta última cidade, foi inaugurado um escritório comercial para atrair investimentos a São Paulo.

Referências:

1. Facebook de João Doria
2. Twitter de João Doria
3. YouTube de João Doria
4. Governo do Estado de São Paulo (Fontes 1 e 2)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.