É falso que Angélica disse que não tomará vacina contra Covid-19

Por Priscila Pacheco

19 de janeiro de 2021, 15h51

A apresentadora Angélica não deu entrevista à rádio Jovem Pan em que disse que não tomaria a vacina contra Covid-19 por crer que ela e sua família têm imunidade alta. A alegação feita em postagens nas redes sociais (veja aqui) foi desmentida pela assessoria de Angélica e Aos Fatos não encontrou registros de entrevistas recentes dela à rádio.

As postagens enganosas contam com ao menos 6.400 compartilhamentos nesta terça-feira (19) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (saiba como funciona).


“Angélica, esposa do Luciano Huck, sendo entrevistada pela Jovem Pan. Ela disse que é a favor que todo o povo brasileiro tome a vacina da China. O repórter perguntou se ela tem coragem de tomar a vacina. Ela disse que nem ela e nem a família dela precisam tomar vacina porque eles têm a imunidade alta”.

Publicações nas redes sociais enganam ao alegar que a apresentadora Angélica afirmou à rádio Jovem Pan que, apesar de ser a favor de que a população receba a vacina CoronaVac, ela e sua família não tomariam o imunizante por terem imunidade alta.

Em nota, a assessoria da apresentadora disse que ela não concedeu nenhuma entrevista à rádio e que tomará a vacina assim que estiver disponível para o grupo em que se encaixa.

Aos Fatos não encontrou registros da entrevista à Jovem Pan nem de declarações do tipo proferidas por Angélica em outros veículos. No site da emissora paulista, as últimas menções à apresentadora são de 2020 e relacionadas à morte do ator Eduardo Galvão, a uma estreia na TV Globo e a um exame de ultrassom feito por ela durante uma gravidez. Também não há postagens sobre o assunto nas contas da rádio no Twitter e no Facebook.

Em seus perfis oficiais no Facebook e no Instagram, a apresentadora publicou no dia 14 de janeiro uma série de fotos intitulada “eu quero a vacina” com as seguintes legendas: “olhar de esperança”, “ouvindo dizer que tá chegando a hora”, “já temos a vacina”, “ouvindo alguém dizer que não vai tomar”, “plena imaginando o grande dia”.

Além disso, no dia 16 de dezembro, o apresentador Luciano Huck, marido de Angélica, twittou: “Eu vou tomar a vacina, minha família vai tomar a vacina, recomendo que as pessoas tomem a vacina, e ponto final”. No dia 13 de janeiro, em outro post, ele defendeu o imunizante, independente de sua origem.

Referências:

1. Jovem Pan (Fontes 1, 2 e 3)
2. Instagram Angélica
3. Facebook Angélica
4. Twitter Luciano Huck (Fontes 1 e 2)


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.