Vídeo não mostra discurso de Putin contra 'nova ordem mundial'

Por Luiz Fernando Menezes

11 de maio de 2022, 14h19

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, não fez um discurso em que ataca a “nova ordem mundial” e afirma que líderes mundiais querem reduzir a população, como afirmam publicações nas redes sociais (veja aqui). Uma legenda falsa que traz essas alegações foi inserida sobre um trecho de vídeo em que o mandatário russo parabeniza os militares pelo Dia da Vitória, feriado nacional russo que celebra o triunfo soviético na 2ª Guerra Mundial. As imagens foram gravadas em 2016.

O vídeo com a falsa legenda já foi visualizado mais de 120 mil vezes no TikTok e recebeu ao menos 1.700 compartilhamentos no Facebook até a tarde desta quarta-feira (11).


Selo falso

Putin bateu as portas da Rússia na cara da NOM [Nova Ordem Mundial].

Vídeo de Putin atacando Nova Ordem Mundial traz legenda falsa

Um discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, circula nas redes sociais com uma legenda falsa, para dizer que ele atacava a “nova ordem mundial” e que os “illuminats” tentam reduzir a população, alterar a cultura ocidental e incentivar o terrorismo. Na realidade, no trecho mostrado nas postagens checadas, o mandatário agradece aos militares russos e fala sobre o Dia da Vitória, que celebra o triunfo da União Soviética na 2ª Guerra Mundial — chamada na Rússia de “Grande Guerra Patriótica”.

A íntegra do discurso, que está disponível em inglês no site oficial do governo russo, mostra que Putin não cita uma suposta degradação cultural nos cinco minutos de fala mostrados no vídeo. O presidente da Rússia homenageia pais, avós e bisavós que combateram e pede um minuto de silêncio. Depois, afirma que a luta contra os nazistas fez com que “salvar a pátria mãe” fosse a prioridade dos russos. Cita a migração de pessoas e indústrias para o leste, para fugir da guerra, e diz que o povo soviético “levou liberdade para outros povos”.

Comparação entre legenda do vídeo falso e discurso oficial mostra que Putin não criticou “Nova Ordem Mundial”
Comparação. À esquerda, legenda falsa adicionada no vídeo. À direita, a fala de Putin.

Peças de desinformação com teorias conspiratórias sobre uma suposta “nova ordem mundial” são recorrentes nas redes sociais brasileiras. Aos Fatos já identificou, por exemplo, correntes que relacionam a pandemia do coronavírus a um suposto plano de dominação mundial, que teria como um dos instrumentos a obrigatoriedade das vacinas. Outros atores políticos, como o investidor bilionário George Soros e o Papa Francisco, também são citados pela teoria conspiratória.

Esse vídeo com a falsa legenda, inclusive, circula nas redes desde 2021, quando foi desmentido pela AFP Checamos e pelo Polígrafo, de Portugal, mas voltou a ser compartilhado no Brasil após ser publicado no TikTok.

Referências:

1. Universidade de Coimbra
2. Kremlin
3. Aos Fatos (1 e 2)


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.