Datafolha mostra soma de percentuais de 99% e 101% devido a arredondamento

Por Marco Faustino

23 de setembro de 2022, 16h09

A soma dos percentuais apresentados na pesquisa de intenção de votos para presidente da República do Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (22), se deve ao arredondamento dos índices, e não a erro ou manipulação, como sugerem postagens (veja aqui). Segundo o instituto, os resultados divulgados são arredondados, sem as casas decimais, por uma decisão metodológica, por considerar que a estatística não permite tal grau de assertividade na estimativa dos resultados. Assim, a soma dos percentuais pode ser de 99% ou 101%.

Publicações com a alegação enganosa somavam centenas de compartilhamentos no Facebook nesta sexta-feira (23).


Selo não é bem assim

Pesquisa DataFolha: 1° turno a soma de votos dá 99%. 2° turno a soma dá 101%. Arruma aí pra não dar tão na cara!!

Posts enganam ao sugerir que soma de percentuais entre 99% e 101% em pesquisa do Datafolha se trata de erro e manipulação de dados pelo instituto, o que não procede

Postagens divulgam que a soma dos percentuais de intenções de voto na última pesquisa realizada pelo Datafolha dá 99%, no levantamento de primeiro turno, e 101%, no de segundo turno, e ponderam que isso é um indício de manipulação, o que não é verdade. O Datafolha informou ao Aos Fatos que os percentuais de cada candidato são arredondados, e que por isso essa variação de até um ponto percentual na soma é esperada.

“Não usamos casas decimais na divulgação de nossas pesquisas — eleitorais, de opinião ou de inteligência de mercado — porque avaliamos que a estatística não possibilita essa precisão na projeção dos resultados. Por isso, preferimos arredondar os dados na divulgação, e diante disso a soma dos percentuais de uma pesquisa para uma questão com resposta única, cujas respostas devem resultar em 100%, podem variar de 99% a 101%”, diz o instituto.

Assim, se um candidato tiver 45,55% e outro tem 55,45%, por exemplo, os percentuais serão arredondados para 46% e 55%, respectivamente. A soma com os decimais é igual a 100%, mas, ao arredondar, essa soma será de 101%.

As peças checadas utilizam infográficos produzidos pelo Poder360, cuja soma dos percentuais do levantamento feito para o primeiro turno resulta em 99%. Já no levantamento para o segundo turno, a soma dos percentuais dos candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) resulta em 101%. Os números foram fornecidos pelo Datafolha e fazem parte de pesquisa feita entre os dias 20 e 22 de setembro.

Referências:

1. Poder 360


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.