Daniel Silveira não afirmou em vídeo que só contrataria brancos para seu gabinete

Por Luiz Fernando Menezes

28 de abril de 2022, 16h45

Uma fala do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) que circula nas redes sociais foi descontextualizada para fazer crer que ele afirmava que contrataria apenas pessoas brancas em seu gabinete (veja aqui). Na gravação original e completa, publicada em setembro de 2020, o parlamentar critica o programa de trainee exclusivo para pessoas negras da Magazine Luiza e especula como seria uma situação em que ele só contratasse “caucasianos” ou “sem traço elevado de melanina na pele”.

Postagens com o vídeo editado somavam ao menos 35 mil compartilhamentos no Facebook nesta quinta-feira (28) e centenas de visualizações no Kwai, onde foi originalmente publicado.


Selo distorcido

Postagem edita vídeo de Silveira para fazer crer que deputado disse que só contrataria brancos

O deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) não afirmou que só vai contratar pessoas brancas em seu gabinete, como dá a entender uma gravação que circula nas redes sociais. No vídeo completo, publicado em setembro de 2020 em seu canal oficial no YouTube, é possível ver que Silveira se referia a uma situação hipotética.

Na ocasião, o deputado criticava a decisão da rede varejista Magazine Luiza de abrir um programa de treinamento exclusivo para pessoas negras, o que, segundo Silveira, seria uma forma de discriminação racial. Logo no início do vídeo, ele especula como seria encarada a contratação exclusiva de pessoas brancas para seu gabinete. Depois, argumenta que a varejista estaria cometendo um crime ao afirmar que só admitiria negros. Confira abaixo a transcrição da fala:

“Só vou contratar no meu gabinete pessoas brancas, caucasianas. De maneira alguma com o traço negro em sua pele. Qualquer tom de melanina acima do padrão caucasiano eu vou recusar. Que que você acha dessa minha fala? Que que você entende sobre o que eu estou dizendo? Eu vou repetir. Em meu gabinete eu só vou contratar pessoas brancas. Caucasianas. Sem um traço elevado de melanina em sua pele. Qualquer coisa acima do que difere brancos de negros eu não aceitarei. Não quero negro no meu gabinete. O que que você acha dessa minha fala, o que que você pensa sobre isso? Isso é racismo ou não é? É racismo, né? A loja varejista Magazine Luiza, em um dos atos mais racistas e idiotas que eu já vi em toda a minha vida, lança edital dizendo que na sua próxima seleção de trainees só aceitam pessoas negras. Crime, isso é um crime claro e evidente de racismo. Está lá previsto no artigo sétimo”.

O programa da Magazine Luiza, lançado em 2020, foi denunciado ao MPT (Ministério Público do Trabalho) por ser considerado discriminatório, mas o órgão indeferiu os pedidos. Segundo os procuradores, a medida é um “elemento de reparação histórica da exclusão da população negra do mercado de trabalho digno”. A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão do MPF (Ministério Público Federal) também afirmou, em nota, que a medida é constitucional. Uma nova edição do programa foi iniciada em janeiro de 2022.

Essa peça de desinformação também foi checada pela AFP Checamos, pela Agência Lupa e pelo Boatos.org.

Referências:

1. Youtube (Daniel Silveira - Deputado Federal)
2. Folha de S.Paulo
3. CNN Brasil
4. Poder360
5. 99jobs


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.