Como bolsonaristas usam desinformação para culpar prefeitos, governadores e o STF por 100 mil mortes de Covid-19

14 de agosto de 2020, 18h30


No relatório do Radar desta semana, Aos Fatos mostra como o marco das 100 mil mortes por Covid-19 no Brasil motivou uma disputa de narrativas nas redes sociais sobre quem, no poder público, é responsável pelos maus resultados do país na pandemia.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro voltaram a usar uma alegação enganosa que circula há meses para tentar isentá-lo de responsabilidade: a de que decisões do Supremo Tribunal Federal impediram o presidente de atuar contra a pandemia e jogaram toda a tarefa sobre os prefeitos e governadores. Termos relacionados a esse debate estiveram presentes em cerca de 20% das 10.489 publicações detectadas no período.

Abaixo, você pode fazer download do relatório completo:

Este conteúdo foi enviado nesta sexta-feira (14) por meio da newsletter Radar Aos Fatos e estará disponível gratuitamente nesse formato até o fim de setembro, quando passará a ser premium. Para receber os relatórios reservados como degustação, além de dados estruturados desse monitoramento, cadastre-se aqui.

sobre o

Radar Aos Fatos faz o monitoramento do ecossistema de desinformação brasileiro e, aliado à ciência de dados e à metodologia de checagem do Aos Fatos, traz diagnósticos precisos sobre campanhas coordenadas e conteúdos enganosos nas redes.