Reprodução do YouTube

Na ONU, Bolsonaro cita dados falsos sobre Lula, corrupção e meio ambiente

Por Amanda Ribeiro, Priscila Pacheco, Luiz Fernando Menezes, Marco Faustino e Bruna Leite

20 de setembro de 2022, 11h01

Em discurso na abertura da 77ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) nesta terça-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro (PL) citou informações falsas sobre as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), os casos de corrupção no governo e a cobertura florestal do Brasil. É falso que o petista foi condenado em três instâncias por unanimidade e que a atual gestão não seja investigada por desvios. Tampouco procede a alegação de que dois terços da vegetação em território nacional estão intocados desde 1500.

A transcrição do discurso foi feita automaticamente pela ferramenta Escriba. Como erros de digitação e pontuação são comuns nesse tipo de tecnologia, Aos Fatos faz correções e formatações durante a cobertura e nas horas seguintes.

Confira o que checamos.


Carregando checagem em tempo real...
Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.