Cena de Malhação com crítica ao feminismo circula nas redes como se fosse real

Por Priscila Pacheco

1 de outubro de 2021, 13h09

Não é verdade que uma atriz criticou o feminismo durante participação ao vivo no Se Joga, da TV Globo, como alegam postagens (veja aqui). O vídeo mostra, na realidade, uma cena que foi ao ar na novela Malhação em dezembro de 2019. Nela, Nanda, personagem interpretada por Gabriella Mustafá, sonha que está no programa e diz para a apresentadora da atração que não é machista nem feminista, mas ser humano.

Este conteúdo enganoso acumulava ao menos 74.500 compartilhamentos em publicações no Facebook nesta sexta-feira (1).


Uma cena da novela Malhação tem sido compartilhada nas redes sociais como se fosse real em alegações de que uma atriz criticou o feminismo ao vivo na TV Globo. O trecho usado nas postagens enganosas foi exibido em 23 de dezembro de 2019 e retrata um sonho da estudante e cantora de funk Nanda, interpretada pela atriz Gabriella Mustafá.

Na cena, ela sonha que fica famosa e participa do Se Joga, programa da Globo apresentado por Fernanda Gentil, Fabiana Karla e Érico Brás. Após cantar, a estudante é questionada por Gentil sobre feminismo e responde: “Feminismo? Que feminismo o quê? Não, mas aqui não tem nada de feminismo, não. Eu adoro me cuidar, passar batom, depilar. Eu amo. Mas Fê, eu não sou nem machista nem feminista. Eu sou ser humano”.

Gentil e Karla interferem na fala de Nanda, que segue com o discurso anti-feminista. As postagens enganosas omitem que, depois da cena do programa, a personagem acorda assustada com o que foi dito.

O capítulo faz parte da temporada Toda Forma de Amar, a última inédita de Malhação, que teve o fim antecipado para abril de 2020 por causa da pandemia. Atualmente, a Globo transmite a reprise de Malhação - Sonhos. Já o Se Joga teve a primeira temporada transmitida entre setembro de 2019 e março de 2020, e voltou a ser exibido entre março e agosto de 2021, mas sem Fabiana Karla. Não há registros de falas semelhantes às exibidas em Malhação durante o programa.

Referências:

1. Globoplay
2. UOL
3. Gshow (Fontes 1 e 2)
4. Folha de S. Paulo (Fontes 1, 2 e 3)


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos do Facebook. Veja aqui como funciona a parceria.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.