Cartaz de manifestantes em Aparecida é editado para criticar Lula e Papa Francisco

Compartilhe

Foi editada a foto que mostra manifestantes na frente do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP), segurando uma faixa com os dizeres “A verdade vencerá a mentira, Papa Francisco. Lula é um grande filho da puta”. Na imagem original, registrada em setembro de 2019, a mensagem pedia, na verdade, a libertação do ex-presidente, que estava preso em Curitiba.

A foto editada acumula ao menos 3.000 compartilhamentos até a tarde desta quinta-feira (15). Todos as publicações foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


FALSO

Uma foto em que pessoas seguram uma faixa com os dizeres “A verdade vencerá a mentira, Papa Francisco. Lula é um grande filho da puta” na frente do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP), vem viralizando nas redes sociais desde o começo do mês. A imagem, no entanto, foi alterada. Na foto original (veja abaixo), registrada em setembro de 2019 e publicada pelo próprio ex-presidente em seu perfil no Twitter, a frase estampada é “A verdade vencerá a mentira, Papa Francisco. Lula livre!”.

A foto possui também outros indícios de que se trata de uma montagem. O primeiro é que as pessoas que seguram a faixa estão fazendo um sinal de “L” com as mãos, símbolo do movimento Lula Livre. Também é possível encontrar marcas de edição na imagem. Ao aumentar o contraste da foto, pode-se ver um contorno irregular na frase inserida digitalmente e que as letras não acompanham as dobras do tecido.

A AFP Checamos também desmentiu a peça de desinformação.

Referências:

1. Twitter (@LulaOficial)

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo de Kamala Harris dizendo que ‘hoje é hoje’ foi alterado por IA

Vídeo de Kamala Harris dizendo que ‘hoje é hoje’ foi alterado por IA

falsoJanja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Janja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas