É falso que Bolsonaro não cumprimentou primeiro-ministro do Canadá no G20

Por Priscila Pacheco

17 de fevereiro de 2022, 18h38

Não é verdade que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não cumprimentou o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, durante um encontro do G20 no Japão em 2019, como alegam postagens nas redes (veja aqui). O vídeo compartilhado com esta afirmação foi editado e não mostra o momento em que o brasileiro se vira e aperta a mão do canadense.

Postagens enganosas reuniam ao menos 17.800 no Facebook nesta quinta-feira (17).


Selo falso

Post divulga vídeo editado para dizer que Bolsonaro ignorou Trudeau

Publicações nas redes sociais veiculam um vídeo editado para fazer crer que o presidente Jair Bolsonaro (PL) ignorou e não cumprimentou o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, na Cúpula do G20 em Osaka, no Japão, em 29 de junho de 2019.

A gravação usada nas postagens exclui o trecho em que Bolsonaro se vira para Trudeau e aperta a sua mão. A cena foi veiculada originalmente pela CBC, TV pública canadense.

No evento, Justin Trudeau olha para Bolsonaro e faz um sinal com a mão. O presidente, então, vira para o lado esquerdo e cumprimenta outra pessoa. Depois, ao ser chamado por Trudeau, Bolsonaro retorna e aperta a sua mão.

Jair Bolsonaro cumprimenta Justin Trudeau
CBC. Vídeo completo foi publicado pela mídia canadense

No mesmo dia em que a cena foi gravada, o movimento de direita Canada Proud publicou, o vídeo editado com a legenda “Constrangedor! Líderes mundiais evitam Trudeau”.

Em 2019, Trudeau apoiou o presidente francês Emmanuel Macron em relação às críticas ao Brasil pela devastação da Amazônia. Aos Fatos, porém, não localizou declarações recentes do premiê canadense com críticas ao Brasil.

Referências:

1. Ministério das Relações Exteriores
2. CBC
3. National Observer
4. Folha de S. Paulo


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.