Bolsonaro não foi recebido na igreja de Valdemiro com gritos pró-Lula

Por Bruna Leite

9 de setembro de 2022, 13h47

Não é verdade que o presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), foi recebido na Igreja Mundial do Poder de Deus com gritos de “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, como afirmam postagens (veja aqui). O áudio em favor do ex-presidente e candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi adicionado nas imagens, que mostram a participação de Bolsonaro em um culto na sede da igreja em São Paulo, no dia 5 de agosto. Nas cenas originais, não são ouvidos gritos de apoio ao petista.

Até esta quinta-feira (8), a publicação já havia alcançado mais de 9.000 compartilhamentos no Facebook e 2.000 visualizações no Kwai.


Selo falso

Bolsonaro é recebido na igreja Mundial do Valdomiro olha o que ele fez

Print de vídeo de Bolsonaro em culto da Igreja Mundial, em São Paulo, que foi editado para incluir gritos de apoio a Lula

O presidente Jair Bolsonaro (PL) não foi recebido na sede da Igreja Mundial, em São Paulo, no dia 5 de agosto, com gritos de “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, como afirmam postagens nas redes. O vídeo é uma montagem que reúne trechos da participação do candidato no culto e insere digitalmente um áudio com gritos de apoio ao ex-presidente e candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

As cenas originais foram publicadas no canal do YouTube Folha Política, de apoiadores do presidente. Nelas, é possível conferir que Bolsonaro foi recebido com aplausos pelos fiéis, e não é possível ouvir gritos de apoio a Lula. Em seu discurso, o presidente lembrou da facada que recebeu durante a campanha eleitoral de 2018, citou pontos do seu plano de governo para o mandato em disputa e recebeu uma oração do líder da igreja, Valdemiro Santiago.

O Aos Fatos não conseguiu identificar a origem do áudio adicionado na montagem.

Referências:

1 .YouTube
2. SBT News



Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.