🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Agosto de 2023. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

Ataque a torre de Furnas ocorreu em janeiro e não tem relação com blecaute recente

Por Milena Mangabeira

18 de agosto de 2023, 15h31

Não é recente nem tem relação com o blecaute ocorrido na última terça-feira (15) o ataque a uma torre de energia do complexo Furnas, no Paraná, como fazem crer publicações nas redes. O trecho de um vídeo publicado em janeiro no YouTube tem sido compartilhado fora de contexto para sugerir que se trata de uma gravação recente e que o ataque perpetrado por manifestantes bolsonaristas contra o complexo energético teria sido o causador do apagão que atingiu grande parte dos estados brasileiros.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam mais de 20 mil visualizações no TikTok nesta sexta-feira (18). A peça de desinformação também circula no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Grupo de bolsonaristas são os responsáveis pelo apagão no país. 15/08/2023

Post compartilha vídeo publicado em janeiro no YouTube para afirmar que grupo de bolsonaristas são (sic) os responsáveis pelo apagão no país

Publicações nas redes têm compartilhado fora de contexto um vídeo publicado no YouTube pelo canal BM&C News para afirmar que um ataque a linhas de transmissão em Furnas comandado por manifestantes bolsonaristas teria sido o causador do apagão que atingiu grande parte dos estados nesta semana. O registro, no entanto, foi publicado em 10 de janeiro deste ano e não tem qualquer relação com o blecaute, cujas causas ainda estão sendo investigadas.

No dia 9 de janeiro, um grupo de radicais bolsonaristas derrubou uma torre de transmissão de Furnas que conectava a hidrelétrica de Itaipu ao sistema elétrico brasileiro. O atentado ocorreu poucos dias após os atos golpistas em Brasília. Naquele período, três torres foram derrubadas em diferentes lugares do país.

Assim que ocorreu a queda de energia na última terça (15), usuários se envolveram em uma disputa de versões nas redes para apontar os responsáveis pelo problema. Aos Fatos mostrou, por exemplo, que governistas e apoiadores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tentaram atribuir o apagão à privatização da Eletrobras, enquanto oposicionistas buscaram vincular o incidente ao aumento do preço dos combustíveis. Outra versão dizia que o Executivo teria usado o blecaute como desculpa para comprar energia da Venezuela, o que é falso.

Essa peça de desinformação também foi desmentida pelo Estadão Verifica.

Referências:

1. YouTube (BM&C News)
2. Operador Nacional do Sistema Elétrico
3. Valor Invest
4. Aos Fatos (1, 2, 3)
5. Valor

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.