Marcos Oliveira/Agência Senado

🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

Crivella erra: Rio não é campeão em mortalidade materna

5 de setembro de 2016, 18h57

O candidato do PRB à Prefeitura do Rio, Marcelo Crivella, afirmou durante o debate realizado pela TV Bandeirantes, em 25 de agosto, que “o Rio de Janeiro, entre as capitais do Brasil, ainda é o campeão da mortalidade materna”. A informação, entretanto, é incorreta.

Aos Fatos checou a afirmação junto às bases do Ministério da Saúde e da Prefeitura do Rio e verificou que a declaração do candidato líder nas pesquisas de intenção de voto não tem qualquer amparo na realidade. O Rio é a nona capital com o maior número de mortes maternas.

Veja, abaixo, o que checamos.


FALSO
O Rio de Janeiro, entre as capitais do Brasil, ainda é o campeão da mortalidade materna, e isso é muito grave.

De acordo com dados do Datasus, base de dados do sistema de saúde pública do Ministério da Saúde, o Rio é a nona capital brasileira com taxa de mortalidade materna mais alta. Levantamento de Aos Fatos verificou que, no município, são 71,1 mortes para cada 100 mil nascidos vivos. O número é 2014, último ano com informações consolidadas nas bases oficiais.

A taxa é considerada elevada. A própria Prefeitura do Rio, em seu site, afirma que os "países desenvolvidos apresentam há vários anos taxas estáveis em torno de cinco óbitos por 100 mil nascidos vivos".

Nacionalmente, dentre as capitais, Cuiabá ocupa o primeiro lugar no ranking, com 102,8 mortes para 100 mil nascidos vivos. Em seguida, estão os municípios de Manaus (98,1), Salvador (90), Porto Velho (87,6), Maceió (87,3), Vitória (83,2), Belém (79) e São Luís (72,6).

A declaração de Crivella foi dada em meio a críticas ao prefeito Eduardo Paes (PMDB), que, segundo o candidato, abriu mão da aplicação de recursos na saúde para priorizar a Olimpíada. “Deixou de investir em saúde por uma ambição eleitoral, por querer ser o único dono da festa”, afirmou. O projeto de fact-checking da Agência Pública, o Truco, já analisou essa última declaração.

Selo. O Datasus, mais confiávei banco de dados de saúde em nível nacional, refuta completamente a afirmação de Crivella. É FALSO que o Rio é a capital campeã em mortalidade materna.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.