Luís Macedo/Câmara dos Deputados

🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

65% dos que escolheram cassar Cunha votaram contra Dilma

Por Tai Nalon e Sérgio Spagnuolo

13 de setembro de 2016, 02h10

Conforme levantamento feito por Aos Fatos, 430 deputados votaram tanto na sessão que selou a cassação do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), quanto na sessão do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em abril. A partir disso, a reportagem fez alguns recortes relevantes a respeito da votação desta segunda-feira (12).


1

Dos 450 deputados que votaram pela cassação de Cunha, 293 também votaram pela perda de mandato de Dilma — ou seja, 65%dos que escolheram cassar Cunha apoiavam a iniciativa levada a cabo pelo ex-presidente da Câmara na votação de abril.

2

Três deputados votaram contra o impeachment de Dilma e também contra a cassação de Cunha. São eles João Carlos Bacelar (PR-BA), Jozi Araújo (PTN-AP) e Wellington Roberto (PR-PB).

3

Todos os deputados que se abstiveram na votação desta segunda votaram a favor do impeachment de Dilma.

4

Foram 42 ausentes na sessão desta segunda, dentre os quais 35 estavam presentes para votar a favor do impeachment de Dilma. Outros três se abstiveram na votação de abril e mais três foram contra o afastamento da ex-presidente.

Desses ausentes, três confirmaram presença, mas não votaram sim ou não nem se abstiveram: Guilherme Mussi (PP-SP), Cacá Leão (PP-BA) e Adelson Barreto (PR-SE).

5

Nenhum dos dez deputados que votaram contra a cassação de Cunha são do Estado de origem do ex-presidente da Câmara. O mesmo vale para os que se abstiveram.

6

Dentre os 20 deputados investigados na Operação Lava Jato — já sem contar Cunha — 16 foram favoráveis ao impeachment. Um congressista se ausentou, outro não está em exercício, um se absteve, outro votou não. São eles Luiz Fernando Faria (PP-MG), Aníbal Gomes (PMDB-CE), Nelson Meurer (PP-PR) e Arthur Lira (PP-AL), respectivamente.

7

Os votos contra a cassação de Cunha foram pulverizados entre legendas no Centrão. PR e PSC tiveram dois deputados que votaram não. PHS, PP, PSL, PTN e SD agregaram um voto cada. O PMDB, partido do deputado cassado, só deu a ele um voto, do deputado Carlos Marun (MS).

8

Dos 9 deputados que votaram contra o parecer pela cassação de Cunha no Conselho de Ética da Câmara, 8 estão em exercício. Deles, 2 faltaram à sessão, 4 se abstiveram e 2 votaram contra a cassação.


Veja, abaixo, a lista de deputados que participaram das duas sessões e como votaram para a queda de Dilma e Cunha.


Create your own infographics

A reportagem foi atualizada às 11h25 de 13 de setembro de 2016 para acrescentar o tópico final. As informações já publicadas não foram alteradas.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.