TikTok remove vídeos com ataques às urnas após denúncia do Aos Fatos

Por Débora Ely, Ethel Rudnitzki e João Barbosa

10 de junho de 2022, 15h33

O TikTok removeu nesta sexta-feira (10) 14 dos 76 vídeos em que o Radar Aos Fatos identificou presença de desinformação e de ataques às urnas eletrônicas. Juntos, os conteúdos banidos reuniam cerca de 344 mil visualizações na plataforma. A empresa não informou o motivo que levou à exclusão dessas postagens.

Nesta quinta-feira (9), o Radar mostrou que 76 vídeos com ataques e informações falsas sobre o sistema eleitoral já haviam sido assistidos 5,3 milhões de vezes no TikTok. Este volume representa 33% da audiência dos conteúdos mais populares a respeito das urnas na plataforma, segundo a amostra analisada.

Os vídeos traziam alegações enganosas como uma denúncia de fraude nas eleições de Caxias (MA), uma declaração em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) cita uma suposta “sala secreta” no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e relatos de que urnas completaram automaticamente o voto em Fernando Haddad (PT) em 2018. Todas essas afirmações já foram desmentidas por Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.