Bolsonaro supera 6.000 declarações falsas ou distorcidas no início da campanha pela reeleição

Por Luís Felipe dos Santos

17 de agosto de 2022, 13h26

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), iniciou sua segunda campanha presidencial com ao menos 6.042 alegações falsas ou distorcidas ditas no atual mandato, segundo o contador de declarações do Aos Fatos, que monitora entrevistas, lives, discursos e postagens desde a posse, em janeiro de 2019.

Entre as alegações enganosas, estão as de que ele sabia que a Covid-19 levaria “muita gente querida embora” e que não errou nenhuma das suas observações sobre a pandemia, ditas durante evento com apoiadores em Juiz de Fora (MG) na terça-feira (16), primeiro dia oficial da campanha.

A alegação mais repetida, por 215 vezes, é sobre a ausência de acusações de corrupção no seu governo, o que é falso: integrantes e ex-integrantes de sua equipe são alvo de investigações e denúncias de casos de corrupção e outros delitos ligados à administração pública. Um dos exemplos é o caso do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso preventivamente em junho de 2022 por suposto envolvimento em um esquema de liberação de verbas da pasta. Ribeiro é investigado por prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência. Ele se encontra em liberdade.

As outras declarações mais repetidas foram a de que o STF (Supremo Tribunal Federal) tirou dele o poder de conduzir as medidas sobre a pandemia (138 vezes) e que ele sempre afirmou que o vírus da Covid-19 e o desemprego deveriam ser enfrentados da mesma forma (111 vezes).

No dia 8 de agosto, em entrevista ao Flow Podcast, foram apuradas pelo menos 26 declarações falsas ou distorcidas do presidente em cinco horas e 21 minutos. Não foi, porém, o dia com mais alegações enganosas verificadas por Aos Fatos em 2022. Essa marca pertence ao dia 12 de abril, quando foram checadas 35 falsidades em falas aos apoiadores e em uma entrevista ao podcast Irmãos Dias.

Em todo o mandato, o recorde de declarações falsas ou distorcidas checadas pelo Aos Fatos aconteceu em 15 de janeiro de 2021, com 61 falas checadas.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.