Bolsonaro alcança 1 milhão de seguidores no TikTok, onde repete alegações enganosas

Por Ethel Rudnitzki e João Barbosa

4 de março de 2022, 18h00

O presidente Jair Bolsonaro (PL) ultrapassou no Carnaval a marca de 1 milhão de seguidores no TikTok, plataforma chinesa de vídeos curtos. O perfil, que acumulava 138 mil seguidores no início de dezembro, registrava 1,1 milhão nesta sexta-feira (4), um crescimento de cerca de 700% em três meses.

Assim como em outros perfis oficiais de Bolsonaro nas redes, a desinformação também está presente no TikTok. Dos 348 vídeos publicados desde junho do ano passado, 22 (6%) contêm alegações desinformativas checadas por Aos Fatos. Essas publicações enganosas são responsáveis por 9,7% (851 mil) das interações do perfil presidencial, que acumula 8,8 milhões de curtidas e compartilhamentos.

No conteúdo enganoso com mais alcance (286 mil interações), publicado em 24 de janeiro, Bolsonaro afirma que em seu governo não há “uma acusação sequer de corrupção”. No entanto, integrantes e ex-integrantes de sua gestão são alvo de investigações e denúncias de irregularidades.

Tal declaração não é novidade, ela já foi dita ao menos 182 vezes pelo presidente e é a alegação falsa ou distorcida mais repetida por ele segundo o contador de checagens do Aos Fatos.

A sete meses das eleições, apenas outros dois presidenciáveis mantêm perfis oficiais no TikTok, com números bem menores. O deputado federal André Janones (Avante) tem 148,7 mil seguidores na plataforma, e Ciro Gomes (PDT), 66,8 mil.

Procurado para comentar sobre a desinformação publicada pelo presidente, o Planalto não respondeu.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.